9 de fevereiro de 2014

Seleção Brasileira vence o 1° Pan Americano de Corfebol


 É com grande felicidade que anunciamos a conquista do primeiro torneio Pan Americano de Corfebol qualificando o Brasil para o Mundial de Corfebol de 2015, que acontecerá na Bélgica.

O torneio ocorreu na cidade de Americana-SP no período de 31JAN2014 a 02FEV2014. A seguir contaremos tudo sobre a competição.
Ida à Americana - SP:

Na segunda quinzena de janeiro, atletas pré-selecionados do RJ e de SP se reuniram com o Técnico/Treinador Jorge Alves em Americana-SP no Ginásio Roberto Polatti, também conhecido como "Zanagão", local onde os treinos foram realizados nas manhãs e noites que antecederam a competição.

Durante estas duas semanas, além dos treinos para a competição, a equipe brasileira também realizou apresentações em centros esportivos e colégios da cidade de americana onde foram selecionados alguns alunos para compor as equipes que participaram de jogos de exibição entre as partidas do torneio.

Além das apresentações, a equipe brasileira contou com o apoio da Academia Nuova, também localizada em Americana, que ofereceu suas instalações para as preciosas sessões de relaxamento em piscina e musculação, visando o condicionamento físico dos atletas.


A Competição:

O 1° Pan Americano de Corfebol realizado pelas Federações FCERJ e FCESP, e IKF (International Korfball Federation) contou com a presença de 3 (Três) seleções representantes: Brasil, Colômbia e México. A vitória do Pan Americano qualificaria o vencedor para o próximo Campeonato Mundial e que receberá, pela primeira vez, um país latino.

A Seleção Argentina que também participaria do evento não pode comparecer devido aos problemas financeiros que assolam o país, cancelando sua participação no ultimo momento. Com isso foi decido que a Seleção Brasileira formaria uma Equipe B para preencher esta lacuna e realizar jogos amistosos contra as outras equipes.

Brasil ABrasil B
ColômbiaMéxico

1° Dia - 31 de Janeiro:

A partida que inaugurou o torneio no Zanagão foi realizada entre as equipes Brasil B e Colômbia com os visitantes levando a melhor em um resultado de 23 x 14 contra os anfitriões. Destaque para a jogadora Virginia Caicedo que pontuou 5 vezes.


Após a cerimônia de abertura foi a vez das equipes Brasil A e México se enfrentarem. A recém formada seleção mexicana não apresentou dificuldades para os donos da casa que impressionaram com uma larga vitória de 40 a 7. Destaque para os jogadores Daniel Ferreira (Brasil A) sendo o maior pontuador da partida e para José Moreno (México) que pontuou, arremessando de longas distâncias e recebendo aplausos do publico.


2° Dia - 01 de Fevereiro:

A manhã do segundo dia foi composta de emoção a nível de final de competição. Brasil A e Colômbia se enfrentaram e mostraram em uma disputadíssima partida que nenhuma das duas seleções está a passeio. A equipe brasileira se aqueceu com arremessos, passes e lançamentos, enquanto a equipe colombiana com atletas mais jovens mostrou um intenso aquecimento físico e com muitos alongamentos.

O primeiro tempo da partida foi muito equilibrado. Ambas as equipes defenderam muito bem sofrendo apenas 5 pontos cada. Já no segundo tempo a equipe brasileira tomou a frente mantendo o placar em 12 x 9. Correndo atrás do prejuízo a equipe colombiana conseguiu empatar em 12 x 12 ao final do segundo tempo. No último minuto o capitão da seleção brasileira, Daniel Ferreira marcou o 13° ponto, o que seria o ponto da vitória se não fosse pela inacreditável cesta do meio da quadra marcada pela colombiana Monica Lenins levando ao delírio quem assistia, e estendendo a partida em mais 10 minutos para o primeiro Golden Goal em um torneio Pan Americano.

As equipes retornam bem concentradas mantendo o jogo equilibrando até que Thiago Cascardo pontua do fundo de quadra aliviando a tensão e encerrando a bela partida em 14 x 13 para a Seleção Brasileira.


Já o segundo jogo da manhã foi entre Brasil B e México. A seleção mexicana novamente não conseguiu se destacar. A segunda equipe brasileira foi superior em mais uma partida que não contaria ponto para o torneio.


Mais dois jogos ocorreram a noite. A primeira partida foi entre Brasil A e Brasil B. A equipe A poupou alguns titulares para que estes se recuperassem e estivessem em boas condições no jogo final contra a Colômbia, que ocorreira no dia seguinte. Já a equipe B mostrou força de vontade e animação dando a entender que todos ali também queriam defender o seu país na equipe principal. O jogo terminou em 17 x 11 para a Equipe A. Infelizmente duas jogadoras de uma das zonas tiveram que deixar a partida. A jogadora da equipe B Luciana Bortoleto se contundiu em uma disputa de bola na lateral da quadra e Nauana Faleiro (Equipe A) deixou a quadra para que o número de jogadoras fosse o mesmo na zona de desfalque da equipe B.  Destaque para Thiago Garcia com ótimas assistências, passes e arremessos.


O segundo jogo foi entre México e Colômbia. Os colombianos também pouparam esforços jogando com reservas para que os titulares se recuperassem a tempo para o jogo final no dia seguinte contra o Brasil. Mesmo assim a colômbia foi vitoriosa fechando o placar em 25 x 9.

A Final

O tão esperado dia chegou. Ansiedade e emoção contagiando o Zanagão. Brasil e Colômbia estão na final. Quem sairia campeão? A Seleção Colombiana do Treinador Tilbert La Haye, empolgada por ter recebido os ultimos Jogos Mundiais em 2013 e tendo treinado com grandes jogadores holandeses? Ou a Seleção Brasileira com jogadores com mais 10 anos de experiência e liderada pelo Treinador Jorge Alves? Apenas uma agarraria a vaga para o Mundial de 2015 na Bélgica.


A equipe colombiana entra em quadra fazendo o seu concentrado e inabalável aquecimento enquanto a descontração típica dos brasileiros alivia a tensão e ansiedade dos anfitriões por terem aguardado longos anos por esta oportunidade.

Aquecimento da Seleção Brasileira (Fonte: IKF Channel)

Stephanie Canizales abriu o placar mostrando que os colombianos vieram para reverter o fato ocorrido no ultimo jogo entre as equipes. Ambas as seleções apresentaram defesas bem estruturadas e com isso poucos pontos foram vistos nos primeiros 20 minutos da partida. A equipe brasileira ganhava por 4x3 e conseguiu ampliar sua vantagem, com Wallace Cruz marcando mais um ponto para os donos da casa.


Os colombianos aproximaram o placar para 12x9 no segundo tempo porém graças ao ponto de Andressa Amorim e ao entrosamento das defensoras femininas de Fernanda Cardoso e Penélope Cortês ("PP") que impediam a entrada de arremessos na passada, era nítido que a seleção adversária estava com problemas. Foram desperdiçados passes, arremessos e cobranças de falta que gerava um grito de emoção por parte dos jogadores e da torcida verde e amarela.


A Seleção Brasileira dispara no placar e amplia para 19 x 10 com maravilhosos pontos de Michele Iatarola e Daniel Ferreira fazendo a torcida começar a ensaiar o grito de campeão. A emoção aumenta e uma saída de bola colombiana é interceptada por Fernanda Cardoso gerando um contra-ataque que resulta no ultimo ponto brasileiro marcado por Victor Amorim.


As equipes trocam as zonas mas não há mais chances para a Colômbia. O capitão Daniel Ferreira alivia a defesa e diz que é pra deixar arremessar, fazendo com que o ataque colombiano se desconcentrasse e perdesse a posse de bola. A bola retorna ao campo de ataque barsileiro e no ultimo segundo Thadeu Ferreira tenta um arremesso do meio da quadra que bateu na cesta mas não caiu. Não importa, o apito fala alto, a partida termina e a Seleção Brasileira vence o 1° Pan Americano de Corfebol!!


Ao final da competição algumas premiações foram feitas:

Daniel Ferreira (Brasil) recebe o prêmio de melhor jogador pontuando 20 vezes na competição.


- Angelica Duque (Colômbia) recebeu o prêmio de Melhor Jogadora da competição:


- Luciana Bortoleto recebe o prêmio das mãos do presidente da IKF, Jan Fransoo, pela realização do torneio Pan Americano.


"Há aproximadamente 2 anos aprendemos o que é o Corfebol de verdade e a partir dai corremos atrás de anos de sonhos e prejuízos, que muito atrasaram o Brasil. Hoje, é com muito ORGULHO, que faço parte desta EQUIPE campeã, que com muita garra, força, disciplina e determinação conseguiu deixar este troféu em casa.
Não há palavras que possam descrever tamanha emoção. Não há um momento em que eu não pense nesta VITÓRIA, sem que os olhos encham d'água. Sem pensar nas dificuldades que tivemos, nos deboches que enfrentamos, nas dificuldades da nossa vida pessoal, nas coisas que tivemos que abrir mão para conseguir trazer esse título para casa. TODOS são campeões e não podemos deixar de agradecer SEMPRE ao Ricardo Ramos, pela ajuda em nos ceder o espaço para treinos, aos queridos belgas e holandeses Anne Hanssen, Wannes Borghgraef, Dieuwke Popma, Janna Buvens e Dannie Hoogeveen que se esforçaram ao máximo para nos ensinar, ajudar e treinar. Às equipes portuguesas que no início de 2013 nos receberam de braços abertos para nos ensinar sobre o verdadeiro Corfebol... São tantos que nem tem como colocar nome por nome...

Mas não posso deixar de agradecer aos amados e queridos Jorge Alves, Pedro Correia e Joana Faria, que tanto fizeram por nós, acreditando em nossa capacidade e potencial. Por acreditar que certamente estaríamos na Bélgica.
Mas acima de tudo, agradeço a Deus, por ouvir minhas orações à noite e por possibilitar que esse título fosse nosso. ELE sabe o que faz e sabe que a justiça sempre chega para aqueles que se mantém justos!
Todos são bem vindos em nossa festa e quem quiser fazer parte, não se envergonhe.. passado é passado e queremos sempre mais gente conosco!!
" - Fernanda Cardoso #04



Obrigado a todos, amigos e familiares que torceram de perto e de longe! Agora podemos matar a saudade!
Obrigado aos adversários mexicanos e colombianos pelas excelentes partidas. Adversários estes que se tornaram grandes amigos em tão pouco tempo;

Obrigado Prefeitura Municipal Americana por toda a estrutura oferecida para a realização desta competição (Quadras, Instalações, Alojamento, Segurança e Saúde);
Obrigado Rowney e Grafismo T-Shirt pelo lindo uniforme;
Obrigado Academia Nuova por suas instalações que auxiliaram na recuperação de nossos atletas;
Obrigado Sofia (Celular Station) por nos fornecer recursos para ir buscar a Taça em Americana; e
Agradecemos imensamente ao Sr. Javier Garcia Saiz, da empresa CYMK Quality - Gráfica e Editora, pelo excelente material de divulgação distribuído pela cidade de Americana-SP, e por todo empenho e dedicação como voluntário. Obrigado por nos acompanhar nos treinos, pela força quando precisamos, pela torcida no ginásio e por cada garrafa d'água que hidratou nossos jogadores.


Esta foi a chance que tivemos, a oportunidade que aproveitamos de provar ao mundo a nossa capacidade, a nossa garra, a nossa dedicação nesses longos anos de treinamento e nos sacrifícios que fizemos. Emoção que pôde ser percebida nas lágrimas escorridas ao ouvir o Hino Nacional, a cada gota de suor, a cada defesa bem executada, a cada ponto marcado e no grito de "Campeão!".

#PartiuBélgica

(Fotos:  Vinícius Gama)

0 comentários:

Postar um comentário